A cobrança sobre a produtividade na quarentena!

Durante o período de isolamento, o que mais se destaca nas redes sociais são dicas do que fazer durante a quarentena, lista de atividades para ocupar o tempo, como se o tempo pra ser bem aproveitado dependesse de tarefas. Esta cobrança em excesso por “ser útil” durante este período de confinamento é um tanto preocupante, pois a autocobrança vem junto com a cobrança social, quando centenas de pessoas divulgam uma lista de afazeres, o indivíduo se vê na obrigação de seguir a lista e ser “produtivo”. Este período que, apesar de preocupante, pela situação em que o mundo se encontra, poderia ser um período de reflexão, de valorização dos laços familiares, acaba gerando uma onda de angustia e ansiedade por necessidade de não ficar ocioso. O que as pessoas esquecem de sugerir nestas listas é a importância do estabelecimento dos vínculos familiares. Provavelmente você já deve ter visto algum meme onde as frustrações familiares estão escondidas atrás do humor, sugerindo que os casamentos não irão sobreviver à quarentena, sugerindo que as escolas saem do isolamento porque os pais não aguentam mais os filhos em casa. Vale mencionar que não se está aqui criticando o fato de ter atividades para fazer em casa, é claro que é importante, o foco aqui é a exigência em excesso por estar sempre fazendo alguma coisa e que não fazer nada causa um sentimento de inutilidade. O intuito aqui é falar que está tudo bem não fazer nada, está tudo bem você ficar deitado no sofá assistindo um filme, está tudo bem aproveitar a quarentena pra dormir até mais tarde, não se cobre por isso, só aproveite e descanse, “quarentena não é férias” ok, não é, está sendo um caos, mas aproveite para se relacionar com sua família, crie vínculos afetivos saudáveis com seus filhos. E sobre os casais que “não se suportam” qual a finalidade deste relacionamento? O que esperam um do outro? Talvez seja só um meme, talvez seja um sofrimento escondido atrás de uma piada.


Instagram: @psicologaedinaschimitz

7 visualizações

2019-2020 © TherAppy | Termos de Uso