Abordagens psicoterápicas


Como sabemos, a psicologia tem várias abordagens. Certo? Dito isso, não existe uma melhor ou pior que a outra. Todas tem o objetivo em comum de dar suporte a pessoa que procura acompanhamento psicológico.


As abordagens teóricas são a base de como realizamos nossos atendimentos, é a maneira como iremos olhar para o indivíduo à nossa frente e como iremos trabalhar com ele, independente se estamos na clínica individual ou em outra área da psicologia. É importante que tenhamos uma base teórica sólida para fazer um trabalho congruente.


Então, trouxe aqui um pouco de como algumas abordagens trabalham. Além dessas, temos outras como a bioenergética, transpessoal, sistêmica, análise do comportamento, psicodinâmica e váárias outras.. não teria como agora trazer todas essas.


Mas vamos lá...


Psicanálise

Freud, o pai da psicanálise, diz que muitas das nossas emoções e comportamentos tem causas desconhecidas e ficam guardadas em nossa inconsciente, então o psicanalista trabalha junto com o sujeito o resgate desses conteúdos inconscientes por meio da interpretação. A principal técnica utilizada é a associação livre, que estimula a pessoa a falar livremente seus pensamentos, podendo assim emergir fatos que não são de conhecimento consciente.


Gestalt-terapia

O Gestalt-terapeuta caminha lado a lado ao indivíduo dando suporte necessário para que ele (re)conheça, nomeie, ressignifique aspectos de sua vida que precisa de atenção e cuidado. O cliente quem vai guiar o processo, identificando onde dói e onde é prazeroso, pois é ele quem vive consigo e quem sente “a dor e a delícia de ser o que se é”.


Terapia Cognitivo Comportamental (TCC)

A TCC, como costumamos falar, é conhecida por ser uma terapia mais diretiva e focada na resolução do problema atual que a pessoa leva para a terapia, trabalhando assim com objetivos definidos, fazendo com que o paciente participe ativamente das sessões.


Abordagem Centrada na Pessoa (ACP)

Na ACP, o foco maior está na pessoa ao invés do problema, os sentimentos dela e sua aceitação. O terapeuta propicia condições para que ela possa perceber em si própria o caminho e respostas, estimulando autoconfiança e flexibilidade, podendo se desenvolver de forma mais autônoma onde ela elabore as dificuldade e potencialize as experiências.


Psicoterapia analítica

A psicoterapia analítica objetiva trazer fatores pessoais e coletivos à consciência, onde permite que o indivíduo veja com clareza quais pontos fortes estão na vida dele. O trabalho é realizado em conjunto para que o indivíduo encontre o caminho da sua essência, começando a entender seu lugar no mundo e mudando a maneira como administra e se relaciona com seus problemas e comportamentos.


Trouxe um pouquinho dessas de uma forma beeeem resumida.. e aí, o que vocês acharam?


Mais conteúdo? Só ir lá no instagram @layssalopes.psi

28 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

2019-2020 © TherAppy | Termos de Uso