Do que você precisa desapegar para evoluir?


Há 3 anos venho passando por um processo de autoconhecimento e mudanças. E isso tem trazido vários novos hábitos dos quais tenho muito orgulho e que são verdadeiras atividades terapêuticas.


Uma dessas mudanças me trouxe o hábito de cultivar plantas. Tenho um carinho especial pelas hortaliças e ervas aromáticas. Mas, na minha pequena horta (do lado de fora do prédio em que moro e nas janelas do meu apartamento), tinha também uma mexeriqueira .


Foram 3 anos junto comigo, uma mudança de uma casa para o apartamento. Uma mudança do cantinho escondido do hall do prédio para a frente da minha janela da sala, na entrada principal do prédio. 2 produções de mexeriquinhas (agora o pé está carregadinho de frutos). Chuva em excesso, sol em excesso.


Mas agora chegou o momento da despedida. Em uma visita ao sítio dos meus sogros, percebi que ali seria o melhor local pra minha valente árvore fincar suas raízes, se fortalecer e frutificar.


Desapegar, mesmo que de uma planta, pode ser incômodo. Mas, é importante

entendermos o momento de deixarmos ir. O momento em que é necessário permitir a criação de raízes, a evolução, o amadurecimento. Mesmo que isso requeira que fiquemos distantes.


Agora, minha mexeriqueira poderá ser fonte de sombra e fruto para muitos. Deixando de lado o lugar apenas de ornamentação em minha vida. Que grande evolução, né?!



E você, do que precisa se desapegar para conseguir um solo fértil para criar suas raízes?




#planta #desapego #evolução

7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo