Filmes Reflexão: Matrix Parte 02


Matrix

Parte 02

NÃO CONTÉM SPOILER


Sinopse:

Um jovem programador é atormentado por estranhos pesadelos nos quais sempre está conectado por cabos a um imenso sistema de computadores do futuro. À medida que o sonho se repete, ele começa a levantar dúvidas sobre a realidade. E quando encontra os misteriosos Morpheus e Trinity, ele descobre que é vítima do Matrix, um sistema inteligente e artificial que manipula a mente das pessoas e cria a ilusão de um mundo real enquanto usa os cérebros e corpos dos indivíduos para produzir energia.


Apesar de ser um filme antigo e acredito que muitos já tenham assistido não irei dar spoilers, para que vocês possam ter a experiência de ver e se surpreenderem com os acontecimentos.

Esta é a segunda parte da publicação sobre o filme e gostaria de levantar alguns pontos a respeito das mídias sociais e o que nos é mostrado lá.


Fotos com filtros, viagens a lugares bonitos ou em outros países, resultados da academia, fotos de casais, comidas, ostentação e festas. Isto nos é mostrando o tempo todo nas mídias sociais das pessoas que seguimos, sejam pessoas próximas de nosso convívio social ou de famosos. Embora não tenha só isso, mas é o que mais repercute nas redes.


Nos aplicativos de mídias sociais existe o logaritmo que funciona de forma a analisar quais os conteúdos o individuo mais acessa para que o aplicativo possa mostrar coisas semelhantes que possivelmente a pessoa vai querer ver, assim ficando mais tempo conectado. Sendo assim a pessoa continua vendo mais do mesmo, com a impressão de que é algo totalmente diferente ou novo.


A questão de ficar exposto o tempo todo a este tipo de conteúdo que congela momentos, sendo fotos ou vídeos, trás a ilusão do que é a vida da pessoa, tudo aquilo que esta sendo exibido ali no perfil dela, seria uma meta ou um estilo ideal de vida, pois parece tudo muito legal e perfeito.


Ora, mesmo que a pessoa poste apenas coisas “legais” não significa que tudo são flores na vida dela. Mas só nos atentamos a isso que nos impressiona, e que nos é mostrado através das mídias sociais, “a vida perfeita”.


Estes recortes da vida das pessoas nas mídias sociais não são nada além do que a matrix (ou logaritmo) quer nos mostrar para nos manter alienados, e até fazendo um paralelo com a parte um da publicação nos deixar em uma posição para que não questionemos.


Evidentemente não há problema algum em consumir este tipo de conteúdo ou ver o que estas pessoas fazem ou não, o problema é crer que tudo aquilo que eles escolhem postar é o ideal de uma vida boa, e que para ser feliz devemos atingir o mesmo.



José Lincoln de A. Zago

CRP: 06/160548

5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

2019-2020 © TherAppy | Termos de Uso