Filmes Reflexão: O Lagosta



The Lobster

(O Lagosta)

NÃO CONTÉM SPOILER


Sinopse:

Em um futuro próximo, uma lei proíbe que as pessoas fiquem solteiras. Qualquer homem ou mulher que não estiver em um relacionamento é imediatamente preso e enviado ao Hotel, um lugar onde terá 45 dias para encontrar um parceiro. Caso não encontrem ninguém, essas pessoas são transformadas no animal de sua preferência e soltas no meio da floresta. Nesse contexto, um homem se apaixona em plena floresta. O problema é que isso também é expressamente proibido pelo sistema.


Como não irei dar spoilers do filme, para que vocês possam ter a experiência de ver e se surpreenderem com os acontecimentos, podemos pensar em alguns pontos centrais que o filme apresenta no que diz respeito a relacionamentos amorosos.


Um deles é sobre o que procuramos nas pessoas com quem nos relacionados. Temos que ser exatamente iguais aos outros para que haja a possibilidade de existir um relacionamento? Como lidamos com situações quando percebemos que há diferenças entre os dois?

Outra questão que podemos pensar também é até que ponto estamos dispostos a mudar nós mesmos para manter um relacionamento? Levando em conta que jamais encontraremos alguém que pense exatamente como nós.


E uma última coisa a se pensar seria: Como vamos nos colocando em uma posição de haver a necessidade de estar em um relacionamento amoroso ou de não haver a possibilidade em estar em um? O que buscamos ou o que procuramos evitar quando se trata de ter um relacionamento amoroso com outra pessoa?



José Lincoln de A. Zago CRP: 06/160548

20 visualizações

2019-2020 © TherAppy | Termos de Uso