Meu balanço de 2020



Eu tava escolhendo uma foto toda bonitinha e arrumadinha pra tentar falar sobre o meu ano de 2020 e recebi essa foto.. Ela acaba representando um pouco de onde foi meu ano.


Assim como a maioria, precisei me ajustar para trabalhar de casa E também trabalhar com psicologia clínica. Pois é. Antes da pandemia eu estava trabalhava na área da administrativa de uma empresa e assim que iniciou a pandemia eu fui demitida. Deu o choque inicial, pois eu tinha parado de clinicar no fim do ano passado (e passei pouco tempo na área, mas ai eu conto outro dia) e já tava com outros planos, até mesmo para a clínica. Eu precisava fazer algo para trabalhar mas estava com medo de voltar à clínica, mesmo com tanta gente dizendo que seria ótimo e muito necessário pro outro.


Comecei fazendo inscrição no e-psi para atender online e fui ajeitando um cantinho pra mim. Precisava organizar meu quarto para ser escritório e quarto. Peguei esse cantinho (cantinho mesmo) e fui ajeitando ele do jeito que queria. Fui me ajustando criativamente, como dizemos na Gestalt.


Conheci o TherAppy. A Ana Rubia sendo um amor na entrevista, dando todo o suporte e o Túlio também, dando o suporte que precisei e tirando as dúvidas. Me abri à oportunidades.


Foi um ano fácil? De jeito nenhum. Acredito que pra ninguém. Aprendi e precisei me abrir pra diversas coisas estranhas. Não queria de jeito nenhum que tivesse sido da maneira que foi. Não porque eu não queria o aprendizado, mas porque eu não queria ter que ver tanta gente morrendo por um vírus que a gente não tinha ideia do poder. Não queria ter que passar 9 meses me privando de tantas coisas. Não queria ficar com medo de sair na rua e voltar com o vírus pra dentro de casa, mesmo tomando todos os cuidados que podia. Nem queria ter crises de ansiedade por não saber o que vai ser da gente. Também não queria ter desfeito dos meus planos, da minha liberdade de sair “tranquila” e encontrar algumas pessoas na rua. Mas foi necessário fazer isso. Tivemos que passar - ou melhor, estamos passando por isso. Foi fácil? De jeito nenhum. E tenho certeza que vocês também não queriam isso. E que foi (tá sendo) difícil.


✨Mas a gente ta aqui: dando suporte como podemos, procurando suporte também e tentando sobreviver e viver um dia de cada vez.


Layssa Julianne Lopes 🌺🌻

Psicoterapia online e presencial

CRP 02/19776

@layssalopes.psi

8 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo