Os ciclos da vida: retrato.



Retrato


Eu não tinha este rosto de hoje,

Assim calmo, assim triste, assim magro,

Nem estes olhos tão vazios,

Nem o lábio amargo.


Eu não tinha estas mãos sem força,

Tão paradas e frias e mortas;

Eu não tinha este coração

Que nem se mostra.


Eu não dei por esta mudança,

Tão simples, tão certa, tão fácil:

— Em que espelho ficou perdida

a minha face?


Cecília Meireles  aborda o tema da passagem do tempo, presente nos  ciclos da  vida. Aborda a transitoriedade do tempo de maneira filosófica, universal, e simples, o que aparece em toda a sua obra. O eu-lírico reafirma a não percepção dessa passagem de tempo no decorrer de todo o poema, o que provoca um sentimento de perplexidade.

Como você pode utilizar melhor o seu tempo? O que você gostaria de fazer? Tem algum sonho que foi deixado de lado?


Pensemos.

.

.

.

@psilanacalixto

3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

2019-2020 © TherAppy | Termos de Uso