relacionamento abusivo "sutil"

Olá! Como você está?


Hoje pensei em fazer um post sobre o comportamento abusivo sutil, visto que é extremamente comum acontecer em relacionamentos abusivos mas não é facilmente identificado justamente por sua característica amena.

O comportamento abusivo sutil pode se manifestar de variadas formas. É importante falar dele porque é usual que um relacionamento abusivo não tenha, inicialmente, agressões físicas ou com um escalonamento de violência nítido onde a vítima se perceba de fato em uma situação de grande sofrimento e até perigo.

Assim, é possível que ele venha de maneiras como “não gosto da forma que suas amigas me olham”, “acho que sua roupa não é adequada pra esse ambiente”... Sendo que a primeira frase pode ser com a função de posse e de isolamento social da vítima, de forma que ela não compartilhe seus sentimentos sobre o relacionamento com outras pessoas. A segunda frase também pode ter a função de posse, dessa vez com o controle de parte da individualidade da vítima, o comportamento de vestir o que deseja.

Esses são alguns exemplos, mas são apenas algumas formas da posse, controle e manipulação se manifestarem.

É essencial que a pessoa inserida nesses relacionamentos perceba seus sentimentos logo após ouvir esses comentários. Nesses momentos, o que a nossa "intuição" diz? Será que devemos sentir desconforto, tristeza e culpa frequentes em um relacionamento saudável?

Além disso, é importante frisar que o abuso não é menor (ou menos grave) porque não vem acompanhado de xingamentos, gritos, empurrões ou tapas. Abuso é tudo aquilo que nos faz sentir minadas em nossa privacidade, individualidade, autoestima, desenvolvimento pessoal, identidade, integridade etc.

Não é fácil perceber que estamos em um relacionamento abusivo, mas buscar ajuda especializada pode ser um grande passo para identificar esses comportamentos abusivos do(a) parceiro(a).

E com isso, podemos criar também um caminho para alcançar a pessoa que queremos ser - e selecionar os relacionamentos que facilitem que cheguemos até lá.


Danielle Liz Rossignoli

Psicóloga CRP 18/04892

@descomplicandoac

29 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

2019-2020 © TherAppy | Termos de Uso