Ser uma pessoa 8 ou 80 é bom?


Olá. Como estão?


Vamos conversar um pouquinho sobre o modo como enxergamos as coisas?


Muita gente fala, com certo orgulho de ser extremista, refere que com ela é tudo ou nada, que não existe meio termo, que é tudo preto no branco. Será que isso é bom?


Como tudo na vida, depende. Isso pode ser bom sim, em algumas situações. Mas, em muitas nos leva a sofrimento. Se vemos tudo com apenas duas categorias, pequenas variações nos frustram.


Na Terapia Cognitivo-Comportamental, essa é uma das distorções cognitivas que notamos. Diz de uma dificuldade de perceber a variação das coisas, uma dificuldade de perceber, que como no exemplo da foto, não existe só a possibilidade de ser boa em tudo ou ser um completo fracasso. Isso fecha a possibilidade de erro, de experimentar, e, as vezes, até de ser humano, percebe? Será que vale a pena?

6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo