Somos livres para escolher como reagimos

Você já deve ter ouvido a seguinte frase: "não importa o que fizeram com você. O que importa é o que você faz com aquilo que fizeram com você" (Jean-Paul Sartre).


Que bom que podemos filtrar o que nos falam e refletir sobre o que faz sentido e o que podemos considerar ou não para nosso desenvolvimento pessoal.


Obviamente, há episódios traumáticos e que interferem no psiquismo e por isso ressalto aqui a importância de cuidar da saúde mental e buscar ajuda psicológica para cuidar de "feridas internas".


Mas podemos sim escolher como reagimos ao que nos acontece e talvez assim evitemos remoer e pensar em erros do passado, que são imutáveis. Atuar em prol de fazer o melhor com o que temos hoje, com autocuidado, autoconhecimento e respeitando nossas vulnerabilidades é o caminho para lidarmos com os desafios cotidianos e compreender o que nos afeta.


A frase do post está no livro: "O menino, a toupeira, a raposa e o cavalo", do autor Charlie Mackesy.


Vale muito a leitura!


😉Gostou?

👍Curta o post

💬Deixe seu comentário


🧠Psicóloga Laura Borges

📌CRP: 06/121033




6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

2019-2020 © TherAppy | Termos de Uso